ESCOLA SECUNDÁRIA COM 3º CICLO DE AMORA

quinta-feira, 20 de dezembro de 2007

Boas Festas


A equipa do Centro es@+ deseja a todos um Feliz Natal e Bom Ano 2008.




Honrarei o Natal no meu coração e tentarei conservá-lo durante todo o ano

Charles Dickens

Reunião de acompanhamento aos CNO pela ANQ

terça-feira, 4 de dezembro de 2007

Sessão de Júri - Nível Básico


Os adultos, acompanhados pela equipa do CNO e pela Avaliadora Externa, eternizam o momento do dia da sessão de júri, neste registo fotográfico no espaço envolvente do Centro.

Com um registo escrito, que desde já agradecemos, um dos adultos deu o seu contributo para este blog, tendo enviado o seguinte texto:

"Começo por um ditado popular, que diz que nunca é tarde para aprender.
A prova deste ditado foi mostrada pelo nosso grupo, composto por elementos de variadas idades, mas todos com o mesmo desejo de aprender mais.
Com a força do querer, ultrapassando as dificuldades que alguns pensavam não ser possível conseguir, mas com a ajuda da equipa que tinha a seu cargo o nosso grupo e que muito nos ajudou, incentivando
e fazendo com que cada um descobrisse dentro de si todo o potencial que tinha e que até desconhecia,chegámos ao dia da apresentação a júri.
Foi o dia da realização do empenho que todos mostraram ao longo deste processo, compensado com o reconhecimento e validação de competências de cada um.
O meu agradecimento sincero em nome de todos, a todos os professores que fizeram um trabalho excelente."

Carlos Martinho

quarta-feira, 28 de novembro de 2007

A minha passagem pelo Centro Novas Oportunidades

Dedicatória de uma adulta em processo RVCC:

Sísifo

Recomeça...
Se puderes,
Sem angústia e sem pressa.
E os passos que deres,
Nesse caminho duro
Do futuro,
Dá-os em liberdade.
Enquanto não alcances
Não descanses.
De nenhum fruto queiras só metade.
E, nunca saciado,
Vai colhendo
Ilusões sucessivas no pomar.
Sempre a sonhar
E vendo,
Acordado,
O logro da aventura.
És homem, não te esqueças!
Só é tua a loucura
Onde, com lucidez, te reconheças.

Miguel Torga

Ficam aqui estas palavras para todos os professores:

Os professores são os mestres de todos os tempos.
Ser professor é uma missão digna mas às vezes dura.
Ser professor é semear em terreno fértil e se encantar com a colheita.
Ser professor é ser condutor de sonhos.
É lapidar diamantes às vezes muito velhos.
Obrigada a todos.

ANTÓNIA MADEIRA

terça-feira, 13 de novembro de 2007

Trabalho de Equipa – Sessões de Diagnóstico- Nível Secundário

Nesta fase, em paralelo com as sessões de acolhimento, estão a decorrer sessões de diagnóstico. Esta triagem terá continuidade em posteriores sessões de trabalho a serem desenvolvidas nas três Áreas de Competência.
Entretanto, as respectivas equipas das três áreas de Competência- chave, constituídas por:
– 3 formadores de Cidadania e Profissionalidade
– 2 formadores de Cultura, Língua e Comunicação
– 3 formadores de Sociedade, Tecnologia e Ciência
estão a aferir a melhor forma de proceder às referidas sessões de trabalho.


A equipa de CP e PRVCC

segunda-feira, 5 de novembro de 2007

Halloween visita o Centro

Os dinamizadores do Halloween na escola visitam o Centro e parte da equipa posa para a foto.

segunda-feira, 8 de outubro de 2007

Sessões de acolhimento

No decurso do mês de Outubro estão a ser realizadas sessões de acolhimento dos níveis básico e secundário para os adultos inscritos neste centro novas oportunidades.


Estas sessões, dinamizadas pelas profissionais de RVCC, têm por objectivo apresentar a missão do centro como porta de entrada do adulto que inicia um processo de Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências e também como local de encaminhamento para outros modelos de formação de adultos adequados ao seu perfil.

domingo, 5 de agosto de 2007

Certificação - fotos





Adultos certificados com o seu dossier pessoal e profissional acompanhados pela avaliadora externa, pelo coordenador do centro, pelas profissionais e pelos formadores.


Votos de felicidades a todos.

domingo, 8 de julho de 2007

Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências: Complexidade e novas actividades profissionais

"(...) o artigo produzido por Cármen Cavaco procede, a partir de uma investigação empírica em curso, à análise do modo como a institucionalização das práticas de reconhecimento de saberes adquiridos por via experiencial se repercute na realidade portuguesa actual."
In http://sisifo.fpce.ul.pt/


Cármen Cavaco
Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Lisboa
semblana@hotmail.com


Resumo:
O texto foi elaborado a partir de um conjunto de informação recolhida em três Centros de Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências (CRVCC). O trabalho realizado nos CRVCC consiste na avaliação de competências através da experiência de vida.
O processo de reconhecimento, validação e certificação de competências (RVCC) é complexo e difícil tanto para os adultos como para os profissionais envolvidos, o que resulta de um conjunto de factores. Neste texto, optou‑se por problematizar a complexidade inerente aos elementos que se consideram estruturantes do processo — as competências, a experiência de vida e a avaliação. As questões que orientam a problematização e reflexão ao longo do texto são as seguintes: Qual é a natureza dos elementos que estão associados ao reconhecimento e validação e que tornam este processo complexo? Que profissões emergem através do trabalho realizado nos CRVCC? As equipas dos CRVCC recorrem a um conjunto de estratégias (p.e. modelo metodológico híbrido, acompanhamento do adulto,triangulação da informação) para contornar a complexidade, as tensões e as dificuldades que marcam o processo de RVCC. A qualidade e equidade do processo dependem muitoda orientação e do profissionalismo das equipas que trabalham nos Centros.

Palavras‑Chave:
Reconhecimento, validação e certificação de competências; educação e formação de adultos;perfil dos profissionais de RVC, aprendizagem experiencial.

Cavaco, Cármen (2007). Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências: Complexidade e novas actividades profissionais. Sísifo. Revista de Ciências da Educação, 2, pp. 21‑34 Consultado em [Julho, 2007] em http://sisifo.fpce.ul.pt/

sexta-feira, 6 de julho de 2007

Sessão de Júri de Validação

No dia 4 de Julho, entre as 9 e as 14 horas, teve lugar a sessão de júri de validação do nível B3, dos adultos que constituíram os primeiros grupos do centro es@+.

Dedicámos a este grupo o poema que aqui se regista, alargando o seu âmbito a todos os jovens e adultos que contactem o Centro Novas Oportunidades, com os votos de que a lua brilhe no percurso de Aprendizagem ao Longo da Vida:

Para ser grande, sê inteiro,
nada teu exagera ou exclui.
Sê todo em cada coisa.
Põe quanto és no mínimo que fazes.
Assim em cada lago a Lua toda brilha,
porque alta vive.


Fernando Pessoa

sexta-feira, 29 de junho de 2007

Programa de acesso a Computadores e Internet

Consultar:

http://www.eescola.pt/

Para informações sobre este programa que engloba três vertentes:

e.escola- computadores e comunicações para os alunos que se vâo matricular no 10º ano.

e.professores - computadores e comunicações para professores do ensino Básico e Secundário.

e.oportunidades - computadores e comunicações para trabalhadores em formação no âmbito da iniciativa Novas Oportunidades

terça-feira, 26 de junho de 2007

Blogs: conceito, origem e principais funcionalidades

Esta comunicação integrada no VII Simpósio Internacional de Informática Educativa - SIIE 05, da autoria de Maria João Gomes, da Universidade do Minho, centra-se no tema: "Blogs - um recurso e uma estratégia pedagógica", sendo explicitado o conceito, a origem e as funcionalidades do blog enquanto recurso e estratégia pedagógica.


https://repositorium.sdum.uminho.pt/bitstream/1822/4499/1/Blogs-final.pdf

sábado, 16 de junho de 2007

Balanço de Competências e Histórias de Vida

“O balanço de competências (…) consiste no reconhecimento de competências adquiridas ao longo da vida e com a vida.
Trata-se de promover a tomada de consciência, pelo próprio, antes de mais, dos seus pontos fortes e fracos, com vista à elaboração de projectos, pelos quais se responsabiliza, de modo a que possa aprender a saber mais.”

(Amorim, in Imaginário et al., 1998)

“A história de vida passa pela família. É marcada pela escola. Orienta-se para uma formação profissional. A educação é, assim, feita de momentos que só adquirem o seu sentido na história de uma vida.”

(Dominicé, 1988)

quinta-feira, 14 de junho de 2007

RVCC de Nível Secundário

Encontram-se abertas as inscrições no es@+ para o processo de Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências de nível Secundário.

As informações relativas às áreas de competência de nível Secundário e respectivos referenciais de competêcias-chave podem ser consultados em:

www.anq.gov.pt/

www.novasoportunidades.gov.pt/documentos.aspx

quinta-feira, 31 de maio de 2007

Novos Grupos em Processo de RVCC

Novos grupos deram início ao processo de rvcc.
Pondo em comum expectativas e dúvidas sobre o processo, começou de forma efectiva o conhecimento dos membros de cada grupo e a sua interacção relativamente à metodologia das histórias de vida e ao balanço de competências.

Com cada formador e respectivo profissional de rvcc é feita a abordagem de sensibilização ao referencial de cada área de competência.

terça-feira, 29 de maio de 2007

terça-feira, 15 de maio de 2007

O Sistema Nacional de RVCC

O Sistema Nacional de Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências permite reconhecer, validar e certificar os conhecimentos e as competências resultantes da experiência que o adulto adquiriu em diferentes contextos ao longo da sua vida. A certificação obtida através do sistema permite não só a sua valorização pessoal, social e profissional, mas também o prosseguimento de estudos/formação.

O Sistema desenvolve-se através de um processo que decorre num Centro Novas Oportunidades (Centro de Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências), com o apoio de profissionais especializados. Este processo, que tem por base:
- o Referencial de Competências-Chave de Educação e Formação de Adultos (nível básico)
- o Referencial de Competências-Chave para a Educação e Formação de Adultos - Nível Secundário,
está organizado em duas fases:
- Reconhecimento;
- Validação.

O Sistema Nacional de Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências confere uma certificação de nível básico (certificado do 1º, 2º ou 3º ciclo do ensino básico e diploma do ensino básico) ou de nível secundário (certificado e diploma do nível secundário de educação).
Sempre que o processo de validação não conduza à emissão de certificado ou diploma é emitido um certificado de validação de competências.

Fonte: ANQ

quarta-feira, 9 de maio de 2007

As nossas leituras

Somos um grupo de Adultos em processo de RVCC, somos muito dinâmicos e alegres.

Numa das nossas Sessões de Grupo, tocámos impressões sobre as nossas leituras ao longo da vida e ficámos a saber que já tinhamos lido alguns livros de autores conhecidos, tais como:
"A Filha do Capitão" Autor: José Rodrigues dos Santos


"O Crime do Padre Amaro" Autor: Eça de Queirós

"Bichos" Autor: Miguel Torga

"O Homem que nunca foi Menino" Autor: Bernardino Ferreira

"Marley e Eu" Autor: John Grogan


"As palavras que nunca te direi" Autor: Nicholas Sparks


Paula Soares

terça-feira, 8 de maio de 2007

Construir um futuro positivo

Ainda a partir da referida acção de formação promovida pela Agência Nacional para a Qualificação, salientam-se aqui algumas das palavras chave apresentadas pelo Dr. José Bravo Nico, na sua comunicação inspirada e inspiradora, sobre o processo de RVCC:

O Futuro - A desocultação de competências e a exposição pública permitem ao adulto encarar uma nova representação de si próprio, delinear um novo projecto de si.
Construir um futuro positivo implica revisitar o passado e reenquadrar os aspectos positivos.

O Positivo - A prática de uma pedagogia da escuta é um exercício vital a par da ajuda ao reenquadramento dos sucessos.

A Metamorfose - A revelação pessoal, familiar, profissional e social constituem a transformação.

Formação em Abril

O centro esteve presente na acção de formação sobre o "Referencial de Competências-Chave para a Educação e Formação de Adultos - Nível Básico", promovida pela Agência Nacional para a Qualificação, nos dias 17 e 18 de Abril.

Esta acção constituiu um espaço de reflexão, aprendizagem e partilha sobre a Educação e Formação de Adultos no âmbito do Sistema de RVCC, pelo que foi considerada muito enriquecedora para todos os elementos que constituem a equipa do es@ +.

Na suas vertentes teórico-práticas englobou a função de encaminhamento dos CNO para outras ofertas formativas, a análise de um portefólio considerando o desenvolvimento do processo de RVCC, a apresentação das metodologias de RVC a partir dos 3 eixos do processo e o papel do avaliador externo na sessão de júri de validação.

sexta-feira, 30 de março de 2007

Educação e Conhecimento

"A Educação pode ajudar-nos a compreender o que a humanidade aprendeu acerca de si mesma, pode ajudar-nos a contextualizar a nossa existência, pode ajudar a prepararmo-nos para a mudança ou para decidir sobre o nosso próprio futuro." Roberto Carneiro

"O conhecimento é amor, luz e visão." Helen Keller

Páscoa

O Centro Novas Oportunidades da Escola Secundária de Amora
es@ +
deseja a todos uma Páscoa feliz.

quarta-feira, 28 de março de 2007

Entrar no es@+

Posted by Picasa

es@ + no Jornal Primeiro de Janeiro

Ao longo da entrevista foram realçados, a par de outros aspectos, os objectivos e estratégias de implementação do processo de rvcc no CNO da Escola Secundária de Amora.

"Este processo de reconhecimento, validação e certificação de competências tem uma série de objectivos que foram instaurados pelas entidades responsáveis pela sua criação, sendo que os mais importantes são o elevar do nível de alfabetização do nosso país e o contribuir para o elevar da auto-estima dos portugueses.No entanto, e nas palavras do nosso entrevistado, 'se quisermos motivar as pessoas para que continuem um processo de aprendizagem, temos que lhes fazer compreender que ao longo da sua vida têm passado por diferentes processos de aquisição de competências e conhecimentos, quer formais, quer informais e que são essas competências que vão agora ser apreciadas e, possivelmente, certificadas'.Segundo Alfredo Massapina, o ideal para a nossa sociedade era que fossem valorizadas as formações que são dadas às pessoas de maneira a que consigam obter o máximo de formação e dar resposta ao conjunto de situações que vão surgindo ao longo da vida. Como tal, os responsáveis por este CNO pretendem que as pessoas que os procuram para obterem a certificação dos seus conhecimentos e das suas competências não o façam apenas e só, mas que levem ainda mais conhecimentos que lhes permitam percursos formativos a nível superior, e, simultaneamente, era importante que levassem também qualificações a nível profissional.
O CNO da Escola Secundária de Amora tem tido uma procura bastante elevada e isto apesar deste centro ainda não ter sido muito publicitado. Para já, o centro tem 26 adultos inscritos sendo que desses, 23 estão já em processo de certificação.No futuro, os responsáveis pelo centro pretendem desenvolver uma série de parcerias e protocolos com as mais diversas entidades e instituições nas quais vão realizar campanhas de divulgação do processo de RVCC para atraírem os funcionários e colaboradores dessas mesmas entidades."

es@ + em fotos

A equipa do CNO es@+



















Sessão de grupo do processo rvcc











quarta-feira, 14 de março de 2007

O TESTEMUNHO DE DOIS ADULTOS EM PROCESSO DE RVCC B3

O Jornal 1º de Janeiro contactou o Centro com o objectivo de publicar um artigo sobre o
es@ +
integrado no seu suplemento sobre os Centros Novas Oportunidades na próxima edição do dia17 de Março. Estes são dois testemunhos de adultos em processo de RVCC:

“Eu inscrevi-me porque preciso de ter mais habilitações para poder progredir na carreira. Quero continuar os estudos, pelo menos até concluir o Secundário. Quanto a este processo, o que estamos a fazer é enriquecedor, quanto mais souber, melhor. Até agora, está tudo a decorrer muito bem, só tenho pena de não ter mais tempo para me dedicar mais ainda à construção do dossier, mas o ritmo tem sido bom”, afirma a Paula.
Por sua vez, a Carmo declara:
“ Eu sou doméstica e quando resolvi iniciar o RVCC, foi apenas para tornar-me mais culta, para enriquecer como pessoa. Mas agora, estou tão entusiasmada com o voltar a aprender, que penso prosseguir os estudos e até ir para a Faculdade para tirar o Curso de Enfermagem, um sonho por cumprir, pois casei e fui mãe muito cedo. É estimulante vermos reconhecidas e certificadas as aprendizagens que fizemos na nossa vida. Sinto que estou a evoluir e espero ainda vir a ter um lugar diferente na sociedade. Quero aproveitar também para dizer que estou a ser muito bem apoiada pela profissional e pelos formadores, não é um obstáculo trabalhar sozinha, porque nunca levamos sequer dúvidas para casa.”

quarta-feira, 7 de março de 2007

Apresentação dos referenciais de competências-chave

Na semana de 26/02/2007 a 2/03/2007 foram realizadas sessões de grupo coordenadas pelas Profissionais de RVCC, com o objectivo de serem apresentados aos adultos os referenciais das quatro áreas de Competência.

Durante este período, os Formadores de Linguagem e Comunicação, Matemática para a Vida, Cidadania e Empregabilidade e de Tecnologias da Informação e Comunicação, explicitaram as Unidades de Competência dos níveis B2 e B3, recorrendo a exemplos do quotidiano facilitadores da descodificação dos critérios de evidência.

Neste processo de explicitação dos referencias de competências, os adultos iniciaram a sua reflexão sobre as suas próprias vivências, de forma a desocultarem competências adquiridas ao longo da vida, em contextos formais, não-formais e informais.

terça-feira, 20 de fevereiro de 2007

Início

O Centro Novas Oportunidades es@+ iniciou a sua actividade em Janeiro de 2007. Foram recebidas as inscrições pelos funcionários administrativos e começaram as primeiras entrevistas aos adultos candidatos ao processo de rvcc, feitas pelas profissionais do centro.


Após a análise do perfil de cada candidato realizada em conjunto pelos formadores e profissionais de rvcc, deu-se início às sessões individuais e às sessões de grupo. Deste modo, formaram-se dois grupos de adultos, cada um constituído por doze adultos. Um dos grupos funciona emsessões de trabalho predominantemente durante a manhã e outro com sessões de trabalho de grupo à tarde e início da noite.

sábado, 17 de fevereiro de 2007

Fase de preparação


Es@+ é nome do Centro Novas Oportunidades a funcionar desde Novembro de 2006, na Escola Secundária com 3º ciclo de Amora.


O grupo de trabalho deste centro é composto por:



  • quatro formadores das áreas de competência de Linguagem e Comunicação, Matemática para a Vida, Cidadania e Empregabilidade e Tecnologias da Informação e Comunicação;

  • duas profissionais de RVCC - reconhecimento, validação e certificação de competências;

  • um funcionário administrativo;
  • duas professoras;
  • uma técnica financeira;

  • um coordenador.


A fase de implementação do centro em termos de espaço e de organização teve o seu início em Novembro num trabalho conjunto de toda a equipa.

O trabalho desenvolvido centra-se na preparação da abertura do centro e planificação do processo de rvcc a ser realizado com os adultos candidatos.

Entre outras actividades, destacam-se a frequência de sessões de formação dinamizadas pela DGFV e DREL em Novembro de 2006, as reuniões semanais entre o coordenador do centro e as profissionais de rvcc e também as reuniões semanais com toda a equipa, com o objectivo de auscultar todos os intervenientes sobre o decurso da planificação do trabalho e perspectivar o percurso a seguir.