ESCOLA SECUNDÁRIA COM 3º CICLO DE AMORA

sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Concluído que está o meu processo RVCC (9º ano), não posso deixar de dar o meu testemunho.

Quando em conversa de amigos se falava do RVCC, todos me diziam com alguma ligeireza: é fácil, é rápido, vais e escreves meia dúzia de coisas e já está!..

Mas na verdade não é assim. Fácil não é.

É um processo moroso e reflexivo mas, em última análise, muito satisfatório do ponto de vista pessoal.

Sinto que com o profissionalismo dos técnicos que me acompanharam, supervisionaram e orientaram, se tornou um pouco mais fácil, mas ninguém faz o RVCC se não se dedicar, trabalhar, descobrir e desocultar, …, e é neste processo de auto-análise que reside a grande mais-valia.

Quem consegue fazer o RVCC, especialmente na Escola Secundária de Amora, sai verdadeiramente mais rico de conhecimentos, desde o convívio com aqueles que privam connosco durante este processo (colegas e técnicos), revive-se a juventude, reaprende-se a pensar na escrita, na Matemática, motiva a leitura, por fim, melhora, definitivamente, a qualidade de vida.

Resta-me deixar o meu bem-haja a todos os que me acompanharam nestes meses de formação e parabéns por todo o empenho e profissionalismo que dedicam a estes:
alunos Grandes e Grandes alunos.

Carlos Alberto Avidago da Cunha
Processo de Junho a Outubro de 2009

1 comentário:

antonio disse...

O saber não tem idade, lanço um desafio aos que demonstrem vontade em progredir, desenvolvendo suas competencias, eu renasci de novo ao fazê-lo
António Piedade... 55anos