ESCOLA SECUNDÁRIA COM 3º CICLO DE AMORA

sexta-feira, 22 de abril de 2011


Feliz Páscoa

são os votos da Equipa do CNO es@+

segunda-feira, 11 de abril de 2011

Sessão de Júri de Certificação de Nível Básico

No dia 7 de Abril de 2011 realizou-se o Júri de Certificação de Nível Básico com a participação de 3 candidatos que viram as suas competências certificadas com o nível básico B3.

Como já é prática comum nos Júris de Certificação do nosso CNO, também neste, as apresentações do PRA de cada candidato foram complementadas e enriquecidas com uma apresentação em PowerPoint de situações que ilustram as suas aprendizagens ao longo da vida.

quinta-feira, 7 de abril de 2011


Após as apresentações de experiências ricas em competências de nível secundário, os membros do júri certificaram

terça-feira, 5 de abril de 2011

Voluntariado - Relato sobre esta palestra

A 16 de Fevereiro de 2011, assisti a uma palestra sobre uma experiência de voluntariado efectuada por uma professora da Escola Secundária de Amora. A professora Lígia falou sobre a sua experiência enquanto voluntária em várias missões, nomeadamente em TIMOR, onde teve a oportunidade de trabalhar, ao lado do Sr. Padre Victor Melícias, responsável pela missão. A professora Lígia relatou a sua experiência com alegria, deixava transparecer felicidade interior, demonstrando que, o que na realidade fez em benefício de alguém que necessitava de ajuda, foi para ela própria bastante gratificante.

Mas Timor, não foi a sua única missão em regime de voluntariado, teve outras, em que participou com intensidade e mérito próprio. Foram elas: GUINÉ BISSAU, mais propriamente em BOLAMA onde teve a oportunidade de falar directamente com o Presidente da AMI. (...) No Senegal, na África Ocidental, foi mais uma das missões da Professora Lígia, que nos relatou e com alguns pormenores, a sua ajuda como voluntária ao serviço da AMI.

Ajudar quem precisa é um acto nobre do qual acho que deve ser louvado, pois quem precisa, precisa sempre mas quem ajuda nem sempre está presente, ou simplesmente nem sempre pode ajudar. Apelo a todos que reflictam sobre esta situação e se poderem colaborem nem que seja na simples divulgação da palavra. Quem precisa, agradece.

Pedro Francisco

Palestra sobre Voluntariado

A partir da palestra sobre Voluntariado, apresentada pela professora Lígia Sequeira, o candidato em processo RVCC, Paulo Rangel, escreveu o seguinte texto:

Segundo definição das Nações Unidas, "o voluntário é o jovem ou o adulto que, devido ao seu interesse pessoal e ao seu espírito cívico, dedica parte do seu tempo, sem remuneração alguma, a diversas formas de actividades, organizadas ou não, de bem-estar social, ou outros campos..." Isto é a definição dada pelas Nações Unidas, mas o que a Drª Lígia descreveu é muito mais do que esta simples definição. Assim sendo, consegui compreender que qualquer pessoa pode ser voluntária. Como o Pintor que a Drª Lígia referiu que contribuía lavando e varrendo. Desta forma, senti que o voluntariado é uma relação humana, rica e solidária em que mais do que se dá é o que se recebe, a gratidão, os sorrisos e o próprio povo, apercebi-me disto quando a Drª descreve as emoções sobre a sua missão de voluntariado em Timor. A Drª, por outro lado, transmitiu-me também que o voluntariado é um hábito do coração e uma virtude cívica.

No entanto, de tudo o que foi descrito, o que mais me chamou à atenção foi o projecto que está a ser desenvolvido na ESA com os jovens problemáticos: CRIA.


Achei que é um trabalho muito importante, o que está a ser feito. Poucos o fazem e se preocupam em fazer, pois estamos a falar de algo que se encontra à margem da sociedade, mas esquecemos que somos todos nós que os colocamos ali e que um dia podem virar verdadeiros marginais.

Por este trabalho que realizam um bem-haja.

sexta-feira, 1 de abril de 2011

Conviver, aprender e mostrar o que sabemos




O grupo era pequeno o que permitiu que nos relacionássemos melhor. Cada um estava a um ritmo diferente, mas a ajuda dos professores levou-nos a ultrapassar essa dificuldade. Tivemos sempre o apoio de todos os profissionais para qualquer dúvida que surgisse.

Rui Gama


Sempre que havia um intervalo íamos até ao bar para beber um café, aproveitávamos para tirar alguma dúvida entre todos e conviver.

Ângela Silva

Foi sem dúvida uma experiência para ser recordada no futuro.

José Gracioso