ESCOLA SECUNDÁRIA COM 3º CICLO DE AMORA

segunda-feira, 21 de junho de 2010

Um ponto final no fim de uma folha quase totalmente escrita

(Luís Antunes - Certificação de 12º ano)

Sempre que um dia de trabalho se cumpria no final de um percurso até casa, relendo ou criando apontamentos dispersos em folhas soltas que se intrometiam por entre um livro de informática ou de uma revista, começavam de imediato as funções familiares e domésticas, principalmente, no apoio aos meus filhos.

Depois da refeição tardia e após um noticiário, já em pleno episódio dos Simpsons, exactamente na altura em que as pestanas do meu filho mais novo se fechavam, ao meu colo, já em pleno descanso nocturno começavam as minhas a pesar toneladas. Foram várias as vezes em que nesses sonolentos instantes, uma força desconhecida erguia-me para mais uns momentos de reflexão, e que pelo entusiasmo do tema, me surripiava o sono e mais um trabalho ia tomando forma no meu percurso RVCC.

No entanto um problema profissional, doméstico, uma constipação e muitas vezes, a simples exaustão de um dia de trabalho, faziam sombra às ideias e a caneta descansava mais uma vez , voltando mais tarde, pelo desafio e pela qualidade exigida, longe... muito longe de ser um exercício fácil.

Certo dia, porém, surgiu um ponto final no fim de uma folha quase totalmente escrita, e na semana passada dei por mim a virar mais uma página do meu percurso ao estar presente no júri, que me certificou o 12º ano e o meu esforço ao longo deste tempo.

Foi um prazer, um objectivo superado, um sorriso para mim mesmo, no entanto, muito tenho a agradecer a toda a equipa que me apoiou e teve a paciência de me escutar e corrigir ao longo deste processo.

Por todo a vossa atenção e dedicação, o meu sincero obrigado.

Votos de muitos sucessos

Luís Antunes

segunda-feira, 14 de junho de 2010

Júri de Certificação

Júri de Certificação - Nível Básico - dia 15 de Junho de 2010 - Hora 18:30.

segunda-feira, 7 de junho de 2010

Poesia

Poema: Cruz de Pau

video

Dos vários poemas da autoria do professor José Vaz Jacinto, declamados pelo próprio no recital de poesia do CNO, é apresentado neste espaço o poema: "Cruz de Pau", amavelmente partilhado com todos os que nos visitam.

Os agradecimentos da equipa do CNO.